Antecipação de recebíveis já pode ser feita pelo celular

Antecipação de recebíveis está ainda mais fácil com a liberação dessa modalidade de empréstimo pelo aplicativo para celular do Banco do Brasil. Com taxas de juros a partir de 1,3%, a antecipação de recebíveis é automática para quem tem conta pessoa jurídica com limite de crédito pré-aprovado no banco.

Para quem ainda não é correntista, o novo serviço de abertura de conta corrente pessoa jurídica pelo portal do BB na internet permite aos micro e pequenos empreendedores abrir conta e realizar operações de crédito como as de recebíveis em apenas três dias.

Todos os documentos necessários para a abertura da conta podem ser enviados eletronicamente. O cliente só precisa comparecer à agência para assinar o contrato e liberar a conta para movimentações, com limite de crédito pré-aprovado.

A antecipação de recebíveis é uma das modalidades de crédito mais populares junto aos microempreendedores em época de fim de ano, quando costuma haver um descasamento das despesas e das receitas. Afinal, para vender mais, é preciso comprar mais para reforçar o estoque -mas a receita, com as vendas a prazo, só virá depois.

Por meio da antecipação de recebíveis, a empresa tem acesso imediato a valores a receber. É possível antecipar receitas com cartão de crédito, cheques pré-datados ou duplicatas (títulos).

Segundo o diretor de Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil, Edmar Casalatina, operações de antecipação de recebíveis devem crescer de 25% a 30% neste fim de ano no BB, refletindo a retomada da economia.

"Há um aumento natural no volume das operações por conta do aumento das vendas e porque essa transação tem uma caixa muito convidativa, a partir de 1,3% ao mês", diz Casalatina. Em dezembro do ano passado, o incremento foi de 22%.

O BB movimenta, em média, 2,3 bilhões ao mês com recebíveis, sendo dezembro e janeiro os meses de maior demanda. "Em janeiro as empresas têm muitos tributos e precisam repor estoques", explica. Por causa da digitalização deste processo, aumentou o número de pedidos de liberação via app. "Hoje, 65% das operações de recebíveis são feitas pelo aplicativo", afirma Casalatina.

Ele diz que o banco não priorizará o uso de um ou outro canal. "Nossa intenção é disponibilizar o máximo de comodidade, nos mais diversos canais. Tem gente que prefere ir à agência. Outros preferem o app, a internet, ou os terminais
de auto-atendimento. Nossa meta é a satisfação do cliente."

Publicidade
Publicidade