Crescem as discussões sobre futuro dos portos no país

O Brasil está a ponto de reestruturar todo seu sistema portuário. Do Programa Nacional de Desestatização (que inclui portos) ao BR do Mar -programa do Executivo federal para desenvolver a navegação de cabotagem no país-, passando pela definição sobre o futuro da Codesp (autoridade portuária do Porto de Santos), as discussões acontecem nos ministérios da Economia e da Infraestrutura e na Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários).

Debates sobre o setor ganham ainda maior relevância nesse cenário, daí a importância da realizacão do 17º Santos Export - Fórum Nacional Para a Expansão do Setor Logístico Portuário, que acontece em Brasília nos dias 8 e 9 de outubro.

Já está confirmada a presença do ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e são esperados também Paulo Guedes (Economia) e Tereza Cristina (Agricultura), além de governadores e representantes das principais entidades de classe.

O setor portuário tem uma importância fundamental na economia brasileira. Passam pelos portos brasileiros mais de 90% das exportações do país e há uma crescente demanda por serviços de navegação.

Estima-se em R$ 15 bilhões o total de investimentos na infraestrutura portuária depois do processo de privatização e desburocratização do setor.

Todos esses temas estão entre os que serão discutidos no fórum.

O 17º Fórum Santos Export é uma realização da Una Marketing de Eventos que conta neste ano com a Folha de S.Paulo como parceira de mídia.

O Estúdio Folha, núcleo de produção de conteúdo patrocinado da Folha, acompanhará o fórum e editará um caderno especial sobre o tema, que será veiculado pelo jornal.

Agência Senado
Senador Wellington Fagundes
Senador Wellington Fagundes

"Este é um momento para discutirmos o futuro que queremos para o setor portuário brasileiro"
Senador Wellington Fagundes, presidente da Frente Parlamentar Mista de Logística, Transporte e Armazenagem.