Ele não se cansa de surpreender

Honda Fit 2018

Líder absoluto de sua categoria e com mais de 17,5 mil unidades vendidas nos primeiros nove meses do ano, o Honda Fit chega à linha 2018 com desenho renovado e inéditos equipamentos de série. Design, conforto e segurança foram o foco das atualizações.

Desde abril de 2003 o Honda Fit vem introduzindo conceitos inovadores ao segmento, entre os quais a versatilidade do exclusivo sistema de rebatimento dos bancos, que permite adotar diversas configurações para aproveitar ao máximo o seu espaço.

"Este carro foi concebido para ocupar um lugar único no mercado brasileiro. Um veículo compacto, mas que permite bom espaço interno, conforto e versatilidade de veículos de maior porte", afirmou Sérgio Bessa, diretor de Relações Públicas da Honda Automóveis, durante o lançamento da renovada linha 2018.

Um dos destaques do novo modelo é o controle eletrônico de estabilidade (VSA) em todas as versões, garantia de curvas e frenagens com muito mais segurança, mesmo em pisos escorregadios.

Além disso, o Honda Fit é conhecido pelo eficiente motor 1.5 i-VTEC flex de 116 cv, com controle eletrônico variável de sincronização e abertura de válvulas, aliando bom desempenho e baixo consumo, o que garante nota A no selo Conpet do Inmetro.

Tem também peças internas de baixo atrito e peso reduzidos, o que proporciona mais torque em baixas rotações, melhor dirigibilidade, boa aceleração e, principalmente, economia. Nos dias mais frios, um sistema eletrônico de pré-aquecimento das linhas de combustível é certeza de partida imediata, mesmo com etanol no tanque - o Honda Fit não precisa de tanquinho auxiliar de gasolina desde 2014.

Na linha 2018, as mudanças privilegiaram a segurança. Além dos controles de estabilidade e tração de série, o carro passa a ter assistente de partida em aclives (HSA), que evita o recuo numa saída de semáforo, ou mesmo nas manobras de estacionamento em vias inclinadas.

Outra importante novidade são as luzes de frenagem de emergência ESS. Elas piscam 3 vezes seguidamente, sinalizando ao condutor do carro de trás que o pedal de freio foi acionado bruscamente, na tentativa de evitar uma colisão traseira. O sistema de direção elétrica (agora sem escovas) também foi recalibrado, oferecendo melhor sensação de controle e aumentando a durabilidade do conjunto.

Entre as principais mudanças de estilo, o Honda Fit recebe para-choques redesenhados, grade com acabamento cromado e Black Piano, além de guarnições personalizadas dos faróis de neblina. A versão LX passa a ter rodas de aro 15 com novo desenho, enquanto as mais equipadas EX e EXL contam com rodas diamantadas, de aro 16. Outros itens de série em todas as versões são: ar-condicionado, direção elétrica, vidro elétrico para o motorista com comando "um toque" (EX e EXL têm isso nas quatro portas), regulagens de altura e profundidade da coluna de direção, além de variados porta-objetos.

A versão DX, que sai por R$ 58.700, é exclusiva com câmbio manual de cinco marchas, e vem com rodas de liga-leve de aro 15. Na sequência, por R$ 70.100, o comprador pode levar a versão LX, com câmbio CVT, que tem relações de marcha continuamente variáveis, o que ajuda na eficiência energética do dia a dia. Essa versão traz sistema de rebatimento de bancos (ULT), controle de áudio no volante e rodas de liga-leves com desenho exclusivo.

As versões EX e EXL recebem a maior parte das novidades do catálogo do Honda Fit 2018, entre as quais as luzes diurnas de rodagem (DRL), de série. A EX, que parte de R$ 75.600, tem ar-condicionado digital automático, airbags laterais e descansa-braço central com revestimento especial. E a topo de linha EXL, de R$ 80.900, passa a ter o novo sistema multimídia, de sete polegadas, com Apple CarPlay e Android Auto, capaz de reproduzir o aplicativo de navegação Waze. O comando por voz do iPhone (Siri) pode ser controlado remotamente. Seu sistema foi desenvolvido no Brasil e se destaca pelos recursos práticos e funcionais. Conta também com GPS integrado.

O Honda Fit EXL vem, de série, com seis airbags, incluindo os de cortina. Faróis e lanternas (elegantemente instaladas junto às colunas traseiras) são em LED. Retrovisores rebatíveis também estão incluídos, recurso acionado pela chave ou por um botão junto ao comando dos vidros das portas. Ainda na extensa lista de itens de série está a câmera de ré, com três ângulos de visão e indicação de distância por cores nos gráficos que aparecem na tela do sistema multimídia.

O Honda Fit também passa a ter a versão Personal, voltada para o público PCD, que pode desfrutar das isenções para portadores de deficiências ou de doenças crônicas limitantes da mobilidade. Ela vem com caixa automática CVT, luz indicadora de direção, lanternas traseiras em LED, controle de cruzeiro ("piloto automático") e volante com regulagem de altura e profundidade. Tudo a partir de R$ 68.700.

Agende seu test drive.

Publicidade
Publicidade