Tecnologia muda uso de produtos tradicionais

Mães com Estilo - Mãe Gourmet - Estúdio Folha

Indústria busca atrair consumidoras com aparelhos multifuncionais

Século 20. A mãe abre e fecha armários e monta em um caderninho a lista do que falta em casa. Depois, vai ao supermercado fazer as compras.

Século 21. A mãe recebe no smartphone fotos do interior de sua geladeira, feitas pelo próprio eletrodoméstico.

No carro, sem tirar as mãos do volante, se conecta à internet e faz as compras. A geladeira, depois, pode controlar se os produtos estão para vencer.

A descrição do século 21 não é futurista, é presente. Modelos de geladeira que se conectam à internet, tocam música, exibem filmes, tiram foto de seu interior e, de quebra, gelam e conservam os alimentos já são realidade.

O refrigerador com câmeras e acesso direto a pontos de vendas de alimentos, chamado de "family hub", foi apresentado pela multinacional Samsung durante uma feira realizada nos Estados Unidos, no início do ano.Há também lavadoras de roupa com acesso à internet, televisores com telas dobráveis ou até mesmo capazes de controlar a iluminação da casa etc.

Mães com Estilo - Mãe Gourmet - Estúdio Folha

A tendência da indústria é ampliar as funções de eletrodomésticos e dispositivos, que ganham outras finalidades com o uso de aplicativos. É o mesmo que aconteceu com os telefones celulares. Hoje, eles oferecem tantas possibilidades, que ligar para outras pessoas é apenas um detalhe.

A intenção é facilitar a vida dos usuários, que cada vez têm menos tempo para as antigas atividades da casa, ou permitir que mais de uma tarefa seja feita ao mesmo tempo e no mesmo lugar.

Nas feiras que apresentam novidades tecnológicas para a casa, essa ideia de multifunção de eletrônicos e vestimentas atrai cada vez mais atenção e investimento. No caso de e cuidados pessoais,por exemplo, depois das pulseiras que contam passadas, há sutiãs e cintos que monitoram batimentos cardíacos, queima de calorias e também avisam se a pessoa está sedentária.

Uma espécie de tênis, apelidado de "smartshoe", registra os movimentos do usuário, monitorando a absorção do impacto e queima de calorias.

Todo o sistema é conectado a um smartphone, via Bluetooth, e controlado por um aplicativo.

Ou seja, as mães podem passar menos tempo ocupadas com suas tarefas diárias para se dedicarem às atividades mais prazerosas.

Publicidade