Acessórios essenciais para servir o vinho

Para uma melhor experiência de degustação dos vinhos, acessórios como saca-rolhas, decanter, entre outros, são fundamentais.

Hoje em dia se comercializam vinhos com tampa de rosca, a chamada Screw Cap, que pode ser aberta apenas com a mão. Elas estão se tornando cada vez mais comum, é uma tendência mundial. Já são encontradas tanto nos vinhos tintos quanto nos rosés e brancos.

Os países que mais a utilizam são Austrália e Nova Zelândia, mas já é possível ver em vinhos de outros países do Novo Mundo (África do Sul, Brasil e Argentina) e do Velho Mundo.

Engana-se quem pensa que apenas vinhos que não são de qualidade ou vinhos baratos que recebem esse tipo de vedante.

A rolha de cortiça, ainda preferida pelos consumidores, precisa de um bom saca-rolhas sempre em mãos.

Um dos tipos mais utilizados é o que contém em sua estrutura um corta-lacre (para a retirada do lacre). Este modelo pode ser usado também para abrir garrafas de cervejas.

Se o vinho não estiver na temperatura ideal e precisar ser resfriado, um jeito rápido de fazer isso é usando um cooler, que também pode gelar cervejas.

Este Super Cooler movido a duas pilhas pequenas é capaz de gelar um recipiente em apenas dois minutos. Basta acoplá-lo à garrafa e colocar em contato com o gelo.

O decanter não chega a ser um acessório absolutamente indispensável, mas pode ser bastante útil. Ele é utilizado basicamente para duas funções: separar a bebida de alguns sedimentos e aerar o vinho, ou seja, deixá-lo em contato com o oxigênio para que os aromas sejam percebidos por completo.

Wine/Estúdio Folha
Acessórios para cinho
Decanter

O uso do decanter é desejável principalmente para saborear vinhos tintos complexos que já estejam guardados há algum tempo.

Uma boa opção de decanter é este modelo alemão, feito de cristal.

Depois de aberto, o vinho sofre um processo de oxidação e, por isso, não pode ser guardado por muito tempo.

Caso uma garrafa tenha sido aberta, mas não será consumida em sua totalidade imediatamente, é possível fechá-la com uma tampa especial. Há dois modelos: uma rolha de borracha e uma bomba a vácuo, capaz de ao mesmo tempo de retirar o oxigênio de dentro da garrafa e mantê-la tampada.

Por último, é essencial ter taças em casa. Caso não se queira modelos específicos para cada tipo de vinho, um jogo de taças para espumantes (mais finas e altas) e um ao estilo Bordeaux (com bojo grande e borda mais fechada) já ajudam bastante.

Publicidade