Documentário aborda histórias que envolvem a bicicleta

O documentário "Ciclos", realização do Itaú Unibanco em parceria com a Vice, conta diferentes histórias de ciclistas que vivem na cidade de São Paulo. Em cartaz nas salas do Espaço Itaú de Cinema do Brasil, o filme tem entrada gratuita e 30 minutos de duração.

Os personagens são pessoas que têm relação com a bicicleta. Magrão, 52, é o professor e cicloativista que vive na zona leste; a florista Carol, 35, usa a bike para entregar seus arranjos; Lorena, 27, é uma a advogada e atriz que está começando a pedalar.

Alexandre Charro, diretor e roteirista do filme "Ciclos"

"É um filme que trata de mobilidade urbana, com foco na bicicleta", afirma o diretor e roteirista Alexandre Charro. "São histórias que falam de transformação usando a bicicleta", completa.

Além dos três protagonistas, há personagens secundários, como um homem que não é contrário às ciclovias implantadas, mas acredita que as de São Paulo deveriam ter sido mais bem planejadas.

Embora os personagens principais estejam em São Paulo, há cenas filmadas na Cidade do México, onde um cicloativista comenta o uso da bike. "A cidade é cheia de carros, e a bicicleta tem um papel importante lá", afirma o cineasta, que atualmente está finalizando o longa "Tanta", previsto para estrear em 2018.

Com imagens em close e aéreas, "Ciclos" discute a mobilidade urbana de forma leve, contando, de maneira inspiradora, histórias de pessoas e mostrando como o uso da bicicleta pode transformar o cotidiano de cada um.

"Ciclos"
30 min.
QUANDO: em cartaz
ONDE: Espaço Itaú de Cinema
PRODUÇÃO: Brasil, 2017, livre
DIREÇÃO: Alexandre Charro
entrada gratuita

Publicidade