Com educação corporativa, empresas engajam equipes e melhoram os resultados

Entenda como as corporações podem usar programas de treinamento para se tornarem mais sustentáveis, inovadoras e produtivas

Manter uma equipe bem preparada e capacitada por meio de programas de educação corporativa pode fazer toda a diferença para o sucesso das empresas em um mundo corporativo como o atual, marcado por rápidas transformações, pela busca crescente por produtividade e pelo avanço das novas tecnologias.

Uma estratégia consistente de educação ajuda a fortalecer o desenvolvimento pessoal e profissional das equipes, torna os times afinados com a cultura organizacional e permite às empresas se diferenciarem nos mercados em que atuam. "A educação corporativa contribui ainda para o engajamento e a retenção de talentos, potencializa o desempenho das equipes, além de propiciar um trabalho colaborativo", afirma Sandra Cristina Domingos, coordenadora de vendas na gerência de Atendimento Corporativo do Senac São Paulo.

A qualificação dos colaboradores tem sido uma prática crescente nas empresas modernas. Uma pesquisa sobre educação empresarial no Brasil, realizada em 2016 pela consultoria Deloitte com 178 empresas, mostrou um aumento de 42% na quantidade de organizações com equipes dedicadas à prática de educação corporativa, quando comparado à pesquisa anterior, feita em 2014. O levantamento registrou também um crescimento de 14% no número de empresas que investiram em universidades corporativas e um aumento de 74% nos treinamentos presenciais.

Empresas que investem em treinamento constante, com formatos diversos de conteúdo e ações alinhadas com seus objetivos organizacionais, conseguem obter bons resultados de negócios. Veja o caso de uma indústria multinacional de peças automotivas. Entre 2008 e 2015, essa empresa qualificou, em parceria com o Senac, 5,3 mil profissionais que atuam em 1,2 mil oficinas credenciadas no Brasil. As vendas nessas oficinas cresceram 65% na comparação com os estabelecimentos que não tiveram seu pessoal treinado. Além disso, o índice de satisfação dos clientes saltou para a marca de 99% e o de recomendação dos serviços ficou próximo de 80%.

O Senac São Paulo tem sido um dos principais parceiros de empresas de variados setores que querem capacitar suas equipes e ter programas regulares de educação corporativa. Com soluções tecnológicas que permitem personalizar o processo de educação, o Senac ajuda as corporações a traçar os objetivos e as metas a serem alcançadas com os treinamentos. Feito o diagnóstico inicial, o passo seguinte é definir a estratégia e o melhor formato para atender às necessidades dessas corporações. "O foco do Atendimento Corporativo do Senac é oferecer soluções personalizadas para empresas privadas e públicas. Essas soluções podem ser totalmente novas ou mescladas com programas já existentes", afirma Sandra.

Os programas de aprendizagem do Senac podem ser presenciais, a distância ou mistos, e atendem a diferentes áreas do conhecimento. Seus números são expressivos. No período entre 2003 e 2016, o Atendimento Corporativo atuou em mais de 6,8 mil empresas e capacitou 686 mil pessoas. Só em 2016 foram realizados 498 projetos para 299 organizações, com cerca de 61 mil profissionais treinados.

Para atender às exigências atuais, os programas de educação corporativa devem levar em conta fatores como os diferentes perfis dos profissionais, as redes sociais, o aprendizado informal e o uso intensivo de celulares e dispositivos móveis, especialmente na modalidade ensino a distância, que vem se tornando cada vez mais presente e importante na estratégia das empresas. "Os programas precisam oferecer ferramentas de gestão de aprendizagem que permitam a utilização do conteúdo em diversos formatos", diz Sandra.

Uma pesquisa realizada pela plataforma de e-learning Docebo aponta que 48% das empresas mundiais que vão investir em programas de treinamento têm como prioridade para este ano o uso intenso de tecnologias digitais. A pesquisa indica como tendência o uso de vídeos, microlearning (treinamentos em pílulas, com conteúdo mais direto e enxuto), mobile learning, games e realidade aumentada.

Outro ponto importante para uma estratégia de educação corporativa é entender como medir o impacto desses programas. Segundo Sandra, o primeiro passo é definir de forma detalhada as métricas específicas que a empresa quer alcançar com os treinamentos. Para isso é necessário buscar respostas para perguntas como: O que queremos que nossos profissionais façam com esse conhecimento? Quais ações são esperadas?

A partir das respostas a essas questões, é possível traçar os objetivos e definir as estratégias, que podem estar relacionadas ao aumento da produtividade das equipes, por exemplo. "É importante que os resultados não sejam medidos apenas no final dos treinamentos. As métricas podem ser avaliadas ao longo do processo, para que ajustes sejam feitos, se necessário", afirma Sandra.

O envolvimento constante das lideranças é também ponto fundamental para o sucesso da educação empresarial. "Os líderes precisam dar suporte para que o aprendizado seja colocado em prática e faça diferença nos resultados da empresa", diz Sandra Domingos.

Cinco passos para obter bons resultados nos programas de educação

Tem sido cada vez mais direta a relação entre o sucesso das empresas e o desenvolvimento de seus profissionais. Afinal, são as pessoas o principal ativo das corporações modernas.
Empresa que investe em educação enxerga novas oportunidades e encara o futuro com mais segurança, além de oferecer mais qualidade nos serviços prestados. Mas é preciso atenção para tornar os programas de aprendizagem realmente eficientes.

Publicidade