Viajante solo encontra férias ideais em metrópoles dos EUA

Roteiros incluem passeios culturais e entretenimento

Viajar sozinho é uma experiência enriquecedora, ideal para quem busca o autoconhecimento. Ainda, abre a oportunidade de o viajante decidir cada detalhe do roteiro, já que não terá que ceder às vontades de outras pessoas.
Uma dica importante para viajantes solo é escolher bem o destino. Esqueça os resorts para famílias ou as praias românticas. Aposte em cidades vibrantes, repletas de cultura urbana e vida noturna.

Cercado pelas animadas multidões, o viajante solo nunca se sentirá solitário, podendo participar de passeios em grupo e cursos, com facilidade para conhecer gente e fazer novos amigos.

Os Estados Unidos reúnem algumas das cidades mais interessantes do mundo, que podem compor um roteiro de viagem ou serem aproveitadas por mais tempo, como destinos únicos.

Costa Leste

Nova York

Grande capital do mundo, cenário de filmes e séries, ápice da diversidade, símbolo cosmopolita. É como se Nova York reunisse o mundo inteiro em um só lugar. São tantos os museus, galerias de arte, restaurantes e festas, em Manhattan ou nos arredores, que é impossível não querer voltar. Uma boa dica é adquirir o City Pass New York, que dá acesso imediato às principais atrações da cidade, evitando filas em bilheterias e a perda de tempo.

Cultura

Nova York está repleta de museus de importância indiscutível. Se você tem pouco tempo, priorize estes três: Moma, o Museu de Arte Moderna; Metropolitan, um dos maiores museus de arte do mundo; e Museu de História Natural.
Como todos são bem grandes, uma boa dica é optar pelas visitas guiadas. As próprias instituições oferecem os passeios em várias línguas e horários. É uma ótima oportunidade de aprender mais e apreciar as principais obras, sem se perder.

Parque 1

O Metropolitan e o Museu de História Natural ficam no Central Park, o gigante parque de 3,41 Km² no centro de Manhattan. Combinar museu e parque, ou outras atrações próximas, é uma forma de aproveitar melhor o dia, evitando longos deslocamentos. No Central Park, bem próximo do Museu de História Natural, fica o jardim Strawberry Fields, cultuado por fãs de Beatles. Em frente ao parque fica o Edifício Dakota, onde John Lennon morava. Próximo ao local onde ele foi assassinado há um mosaico com a palavra 'imagine'. Do outro lado do parque, no East Harlem, é possível provar uma das mais tradicionais pizzas de Nova York, na Patsy's Pizzeria.

Parque 2

Uma linha de trem abandonada no West End foi transformada em um parque elevado. O High Line é a prova de que antigos espaços podem ser reabilitados para se tornarem incríveis atrações. O projeto de paisagismo é a razão da tão bem aceita transição, com todo o equipamento de parque, mas sem exageros ou omissão do ambiente urbano. Quase no final do High Line fica o Chelsea Market, mercado com vários bares e restaurantes. Uma boa sugestão para comer bem, sem frescuras.

Passeio

Os bairros no sul de Manhattan são os mais vibrantes do momento. Bem ao sul da ilha, fica Wall Street, o distrito financeiro. Um pouco acima, estão o One World Observatory, observatório no alto do prédio mais alto de Nova York, o One World Trade Center, e o 9/11 Memorial, monumento às vítimas das torres gêmeas.

Ainda em Lower Manhattan, a Katz's Delicatessen é o melhor lugar para comer o tradicional sanduíche de Pastrami. Nova York é reduto também de imigrantes italianos e a Little Italy reúne os melhores restaurantes dessa cozinha.
Não se esqueça de que Manhattan é uma ilha, então uma maneira interessante de conhecer a cidade é no passeio de barco que a circunda, passando por vários pontos turísticos. Barco também é o meio de transporte para visitar a Estátua da Liberdade. Muitos dos cais de onde saem os barcos estão localizados justamente em Lower Manhattan.

Música

Impossível falar sobre Nova York sem pensar na Broadway, região que reúne teatros musicais. É possível assistir clássicos, em cartaz há décadas, como Rei Leão, Chicago, Wicked e Fantasma da Ópera, ou novidades, como Harry Potter and The Cursed Child e Frozen. Mesmo os espetáculos infantis encantam os adultos, em superproduções de excelente música, interpretação e cenografia. Como a Broadway é muito concorrida, é importante garantir ingressos com antecedência.

Após o teatro, uma boa pedida é tomar um drink em um bar descolado próximo dali. Nossa sugestão é o Bar SixtyFive at Rainbow Room, no Rockfeller Center, com vista esplêndida de Nova York.

Henrique Assale/Estúdio Folha
Mapa Nova York
Mapa Nova York

Saiba mais sobre pacotes turísticos para Nova York

Centro Oeste

Chicago

Não é um destino tão comum para os turistas brasileiros, mas deveria! Chicago é uma cidade que merece ser visitada - menos no inverno, afinal é conhecida como Cidade dos Ventos. Há muito para se fazer e o que ver. Em termos de cultura, destaque para a arquitetura e os museus. Para amantes de gastronomia, Chicago é casa de alguns dos melhores chefs do mundo. E a moda da cerveja artesanal pegou forte por lá, então se prepare para muitos bares.

Música

Apesar do berço do Blues ser o sul dos Estados Unidos, Chicago se tornou um dos redutos desse estilo musical, com a Grande Migração na primeira metade do século 20. Ali, o Blues ganhou a adição de instrumentos elétricos, bateria, piano, baixo e saxofone, criando o Chicago Blues. Para assistir apresentações ao vivo, vá ao icônico bar Buddy Guy.

Gastronomia

A Chicago's Pizza, ou pizza à moda de Chicago, tem massa grossa e bordas altas, oferecendo bastante espaço para queijo e molho de tomate abundantes. Parece mais uma torta do que uma pizza italiana. Uma delícia com a cara dos Estados Unidos. Experimente em restaurantes tradicionais, como o Giordano's.

Natureza

Chicago é um grande centro urbano, mas oferece aprendizado sobre o mundo natural. O Shedd Aquarium data de 1930 e foi por muito tempo o maior aquário do mundo, com cinco milhões de litros de água. Ali vivem tubarões, tartarugas, polvos, arraias, baleias e golfinhos. Outra atração interessante é o Field Museum, museu de história natural, que mostra 4,5 bilhões de anos da história do planeta. Ali "moram" Sue, o maior tiranossauro rex já encontrado, e 23 múmias egípcias.
Depois do mar e da terra, é hora de ver o céu no Adler Planetarium. As três atrações estão inclusas no City Pass Chicago e ficam no Burnham Park, uma grande área verde composta por vários parques que se estende pela costa do Lago Michigan.

Alturas

Numa cidade repleta de arranha-céus, é fundamental subir em algum deles para ter vistas incríveis. O City Pass Chicago inclui o observatório Skydeck Chicago, no topo da Willis Tower, e o 360 Chicago, onde os elevadores mais rápidos da América do Norte levam até o 94º andar do edifício John Hanock Center. A 300 metros de altura, é possível avistar quatro estados vizinhos.

Cultura

Os museus de Chicago têm nível internacional, com destaque para o Art Institute of Chicago, um dos maiores das Américas, reunindo desde obras gregas antigas até mestres do modernismo. Além da arte, a cidade também traz o Museum of Science and Industry, o maior museu de ciência do ocidente. Ambas as atrações estão inclusas no City Pass Chicago.

Saiba mais sobre pacotes turísticos para Chicago

Costa Oeste

Las Vegas

Nenhum outro destino no mundo é tão sinônimo de diversão quanto Las Vegas. Conhecida como a cidade do pecado, foi erguida no deserto para abrigar entretenimento, com cassinos e espetáculos, sempre em experiências exageradas. Impossível não achar algo fabuloso para fazer.

Espetáculos

Las Vegas é a cidade das superproduções musicais. Apenas do Cirque de Soleil, são seis espetáculos atualmente: Zumanity, em clima de cabaré; Love, em homenagem aos Beatles; One, em homenagem a Michael Jackson; KA, um tributo ao cinema; Mystère, sobre o mistério da vida; e O, que tem o palco invadido pela água. Em todos, acrobacias incríveis. Vegas também oferece apresentações do Blue Man Group e o espetáculo Le Rêve, que combina água, fogo, nado, acrobacia e efeitos especiais.

Cassinos

Jogar é a principal atividade de Las Vegas. Mesmo quem não quer se arriscar vai se divertir observando as mesas e curtindo o ambiente. Em geral, os cassinos ficam dentro dos hotéis. Sugerimos o do Wynn Las Vegas. Diferente dos ambientes fechados de decoração exagerada, ele tem projeto de Roger Thomas, com luz natural, flores, fontes e obras de arte, oferecendo outras atrações além do jogo. O restaurante Costa di Mare traz a réplica de um lago mediterrâneo.

Compras

Las Vegas é um destino para compras de luxo. O Crystals é o shopping mais sofisticado, reunindo marcas como Tom Ford, Bulgari e Gucci. Muitas delas escolhem o Crystals para lançar coleções e produtos de edição limitada, então é ideal para quem busca exclusividade. Se não é o seu caso, vale visitar só para conhecer as lojas. A Stella McCartney traz um lustre com 8.000 cristais Swarovski. Já a Tiffany tem uma varanda especial para pedidos de casamento.

Bares

Drinks surpreendentes, cuja preparação envolve verdadeiras performances. Os bares de Las Vegas também são espetaculares, com bartenders que mais parecem artistas. O The Chandelier tem três andares cobertos por lustres que, juntos, colecionam dois milhões de cristais. O clima é sofisticado, com pessoas bem arrumadas e bebidas raras (e caras).

Festas

Como era de se esperar, as casas noturnas também são extravagantes. A XS já foi muitas vezes eleita a melhor dos Estados Unidos, com The Chainsmokers, David Guetta, Aleso, Diplo e Skrillex como DJs residentes. Uma novidade com um toque de arte é a Hakkasan, com instalação de luz que acompanha a música, batizada de The Grid. Os DJs residentes da casa são Calvin Harris e Zedd.

Saiba mais sobre pacotes turísticos para Las Vegas

San Francisco

O norte da Califórnia é a terra dos hippies. O clima alternativo proporciona muita diversidade, fazendo de San Francisco um reduto de imigrantes e gays. Nos últimos anos, no entanto, empresas de tecnologia e start-ups vêm tomando conta da região, mudando um pouco o perfil alternativo da cidade, mas mantendo o espírito de inovação. Apesar de pequena, San Francisco oferece museus de nível internacional, se posicionando como um destino tão cultural quanto Nova York, Paris ou Londres.

Parque 1

As icônicas Painted Ladies, uma série de casas coloridas de estilo vitoriano, são o mais famoso cartão postal de San Francisco. Elas ficam em frente ao charmoso Alamo Square Park, um parque urbano, cercado por um bairro cool. Por ali fica a casa de shows The Independent e alguns dos melhores novos restaurantes de San Francisco, como o Souvla, de cozinha grega, o Bar Crudo, de frutos do mar crus, e o café The Mill, famoso por suas torradas. Para experimentar a típica cozinha californiana, vale tentar uma reserva no Nopa.

Parque 2

Outro símbolo de San Francisco é o Golden Gate Park. Além dos jardins, ali ficam museus, arena para shows, lago, pistas de corrida, bosques e toda estrutura que se espera de um parque. Situado bem no centro da cidade, é cercado pelos principais bairros. Fique ligado nos festivais de música, gratuitos ou pagos, que acontecem ali. E não deixe de visitar os museus - a Californian Academy of Sciences, de ciências, e o Young Museum, de arte, estão inclusos no City Pass San Francisco.

Passeio 1

O lugar mais turístico de San Francisco é o Pier 39. Ali ficam restaurantes, lojas e os habitantes mais famosos da cidade, os leões marinhos. Além de passear pelo píer, vale entrar no Aquarium of the Bay, atração inclusa no City Pass San Francisco. Não é um aquário grande, porém traz simpáticas lontras. Do Pier 39 ainda saem os passeios de barco Blue & Gold Fleet Bay Cruise Adventure, que passam embaixo das pontes Bay Bridge e Golden Gate Bridge e em volta da ilha de Alcatraz. Também incluso no City Pass.

Passeio 2

Atravessando a Golden State Bridge, se encontra a simpática cidade vizinha Sausalito. É possível ir de bicicleta até lá, pedalando pela icônica ponte. Antes uma vila de pescadores, hoje é um centrinho charmoso, ideal para curtir um dia de calor. As grandes filas denunciam a fama dos melhores hambúrguer e sorvete do mundo, no Hamburgers e no Lappert's.

Arte

Conhecer o SFMoma - San Francisco Museum of Modern Art é um passeio fundamental nessa cidade tão cultural. O prédio com arquitetura de Snohetta abriga um acervo impressionante e importantes exposições temporárias. Nessa primavera, os destaques são: a primeira individual nos Estados Unidos do artista alemão Johannes Brus, a primeira retrospectiva de Andy Warhol nos Estados Unidos desde 1989 e a primeira retrospectiva de Suzanne Lacy, pioneira da arte socialmente engajada.

Saiba mais sobre pacotes turísticos para San Francisco

Para saber mais sobre esses e outros destinos interessantes nos EUA, dê uma olhada nas opções de ingressos para atrações neste link e pacotes neste link.

Publicidade
Publicidade