Mais mobilidade e qualidade de vida

Os aplicativos de intermediação digital de transporte privado, como o da Uber, estimulam o uso de vários modais e reduzem o número de veículos nas ruas

Em todo o mundo, discutem-se formas de ampliar a mobilidade urbana, estimulando as pessoas a procurarem alternativas ao uso individualizado do carro e a conciliarem vários tipos de modal para chegar ao seu destino: ônibus, metrô, bicicleta e aplicativos que conectam motoristas e usuários.

Os aplicativos de intermediação digital, como o da Uber, são hoje um estímulo para que as pessoas abram mão de ter um carro próprio sem deixar de usufruir de viagens acessíveis e com recursos de segurança. "A Uber quer, cada vez mais, estimular o transporte multimodal como forma de melhorar a mobilidade das cidades", afirma Fábio Plein, diretor de Operações da Uber.

Apenas na cidade de São Paulo, quase um terço das viagens são apenas de ida. Isso significa que o usuário está combinando as viagens feitas por meio do aplicativo com outros modais.

Fernanda Mendes, 25, usa o metrô para ir do trabalho, no centro de São Paulo, ao curso de pós-graduação que faz na Lapa, na zona oeste. Na volta, desce na estação Carrão, a mais próxima de sua casa, e complementa o trajeto de Uber. "É um trajeto curto, mas costumo estar cansada e quero chegar rápido em casa. Além disso, é muito mais seguro", diz.

Dados da própria empresa mostram que boa parte das viagens começa ou termina nas estações de metrô e terminais de ônibus. "A Uber vai além do ponto final. E, com isso, cumpre um papel social importante ao dar à população a opção de deixar o veículo em casa, com impacto positivo na fluidez do trânsito", diz Fábio Plein.

Como parte da estratégia de dar mais fluidez ao trânsito, a Uber lançou uma nova modalidade de serviço: o Uber Juntos, que permite ao usuário dividir a viagem com outros usuários que estão em um trajeto similar.
Segundo os dados da empresa, o Uber Juntos retirou de circulação 680 mil carros das ruas de São Paulo nos meses de março, abril e maio.

"Os números demonstram que nossa opção de viagens compartilhadas tem potencial para aliviar ainda mais os impactos de engarrafamentos nos grandes centros. Vamos continuar fazendo a nossa parte para ajudar São Paulo a se locomover", destaca o diretor de Operações da Uber.

Henrique Assale/Estúdio Folha
Uber
Uber
Publicidade