Mais barato, Uber Juntos ajuda a desafogar o trânsito

Além de mais econômico, compartilhar um veículo melhora a sustentabilidade do planeta

Os hábitos de consumo da população que vive nas grandes cidades mudaram. Para ter mais qualidade de vida e melhorar a sustentabilidade do planeta, as pessoas estão cada vez mais preocupadas em reciclar, evitar desperdícios, não poluir ainda mais o meio ambiente e a compartilhar.

Até o desejo de dirigir mudou entre os jovens brasileiros. Pesquisa do Instituto Ipsos para o Denatran publicada em junho do ano passado constatou que o total de novas emissões de carteiras de habilitação caiu de 3 milhões, em 2014, para 2,1 milhões em 2017.

Objetos de consumo, como o carro, deixaram de ser prioridade para a nova geração. O músico e produtor musical Wonder Bettin, 33, é um exemplo. Ele veio de Curitiba para morar em São Paulo há dez anos e manteve seu carro por oito. Mas, agora, diz que ter um automóvel não faz mais sentido.

"O surgimento dos aplicativos me fez reconsiderar ter um carro próprio. Hoje eu economizo porque ando de metrô, de bicicleta e de Uber. A modalidade do 'Juntos' vale ainda mais a pena. E não ter carro é muito mais confortável, parei de ficar rodando atrás de vaga para estacionar e de ficar poluindo ainda mais a cidade", diz ele.

Alberto Rocha / Estúdio Folha

A Uber afirma que grande parte dos usuários do Uber Juntos já adota o transporte multimodal no seu dia a dia. "No Rio de Janeiro, por exemplo, temos uma parceria com o Metrô. Quem carrega o bilhete Giro ganha 30% de desconto por uma semana para qualquer viagem com ponto inicial e final em uma estação da cidade, exatamente para estimular essa cultura", afirma Fábio Plein, diretor de Operações da Uber.

A opção 'Juntos' promove viagens compartilhadas com outros usuários. A modalidade pede que o usuário encontre o motorista no melhor lugar para ambas as partes. Além de reduzir a emissão de poluentes ao colocar mais pessoas em um mesmo carro, o preço é bem menor: dependendo da cidade, a viagem pode ser até 40% mais barata do que o valor praticado no UberX.

O sistema calcula as solicitações dos usuários feitas no mesmo instante e com destino a uma mesma região. Em seguida, combina as viagens para um único carro atendê-las, indicando um local para cada usuário caminhar de encontro ao motorista. Esse ponto de encontro está sempre perto do usuário -geralmente em uma esquina próxima, ou a um quarteirão de distância.

Henrique Assale/Estúdio Folha
Uber

"Além de mais barato, é bem confortável e me permite ir trabalhando durante o trajeto", explica Raquel Toledo, 31, professora de português e de literatura russa. "As pessoas pensam que pode ser inconveniente, porque o trajeto é feito com outros usuários. Mas não é. Eu sempre consigo ir lendo, por exemplo", conta.

Alberto Rocha/Estúdio Folha
Uber
Uber
Publicidade