Citado no "Guinness", Festival de Dança de Joinville terá 240 horas de espetáculos

O mundo da dança estará com os olhos (e corpos) voltados para Santa Catarina a partir de 18 de julho, quando 7.800 bailarinos, estudantes, professores e artistas convidados vão se reunir para compartilhar experiências no 35ª edição do Festival de Dança de Joinville.

O evento, conhecido por fomentar o segmento artístico em suas diversas modalidades, já foi citado no "Guinness", o livro dos recordes, como o maior festival do gênero no mundo em relação ao número de participantes. Neste ano, profissionais de 408 grupos saídos de 17 Estados brasileiros, do Distrito Federal, do Paraguai e da Argentina estão confirmados na programação, que segue até o dia 29 com 1.327 coreografias no total - são 240 horas de espetáculos, sendo 200 delas com entrada gratuita.

Willian Aguiar/Estúdio Folha
Espetáculo da São Paulo Companhia de Dança em Joinville
Espetáculo da São Paulo Companhia de Dança em Joinville

Além de servir como vitrine para bailarinos e diretores nacionais e internacionais, o evento oferece ao público apresentações especiais de importantes companhias mundiais. Já fizeram parte das atrações destes últimos 34 anos, por exemplo, o Balé Nacional do Uruguai, o Balé do Theatro Bolshoi da Rússia, a São Paulo Companhia de Dança, o clássico "O Lago dos Cisnes" interpretado pelo balé do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e a Hell's Kitchen Dance, companhia do bailarino russo Mikhail Baryshnikov.

Desta vez, o destaque será a estreia da obra "Cão sem Plumas", que a Cia. Deborah Colker apresentará na Noite de Abertura, no dia 19. Outro espetáculo que promete chamar a atenção do público é o "Gala 35 Anos Festival de Dança de Joinville", que ganha a cena na Noite de Gala, no dia 24, e pretende homenagear não apenas o evento em si, mas também os artistas que fizeram parte destas mais de três décadas de realizações.

A curadoria artística deste ano é composta pelas especialistas em dança Ana Botafogo, Mônica Mion e Thereza Rocha, que selecionaram os trabalhos a serem apresentados - foram mais de 3.200 inscritos, 6,8% a mais do que em 2016.

Os ingressos e inscrições estão disponíveis no site do evento ou na sede do Instituto, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

Publicidade
Publicidade