Espetáculo da Cia. Deborah Colker abre programação do Festival de Joinville

É uma mistura de dança e cinema o espetáculo que a Cia. Deborah Colker vai apresentar na Noite de Abertura do 35°​ ​Festival de Dança de Joinville, em 19 de julho. A coreógrafa carioca e seu premiado grupo retornam ao evento após seis anos para mostrar ao público o recém-lançado "Cão sem Plumas", que teve algumas poucas apresentações em junho e é baseado no poema "O Cão sem Plumas", do brasileiro João Cabral de Melo Neto (1920-1999).

Cafi/Divulgação
Cena do espetáculo "Cão sem Plumas"
Cena do espetáculo "Cão sem Plumas"

Na obra, cenas de um filme realizado por Colker em parceria com o pernambucano Cláudio Assis são projetadas no fundo do palco e dialogam com os movimentos dos 13 bailarinos que integram o elenco. Publicado em 1950, o poema retratado acompanha o percurso do rio Capibaribe - que corta grande parte do Estado de Pernambuco - e exibe a pobreza da população ribeirinha. Dentre os assuntos abordados estão o descaso da elite, a vida difícil no mangue e a destruição da natureza e das pessoas que vivem pela região. Segundo Colker, a performance fala sobre "coisas inconcebíveis e que não deveriam ser permitidas".

Na encenação, que trata da miséria e da ignorância humana, os artistas aparecem cobertos de lama, dando maior impacto ao espetáculo. Os ingressos estão à venda neste site e custam de R$ 32 a R$ 106. Após a participação especial no festival, "Cão sem Plumas" desembarca em agosto no Teatro Alfa, em São Paulo.

Publicidade
Publicidade